Curso de Medicina Veterinária da UniSociesc São Bento do Sul ganha nota máxima na avaliação do Ministério da Educação

O curso de Medicina Veterinária da UniSociesc São Bento do Sul é nota máxima, segundo o Ministério da Educação (MEC). O curso foi avaliado entre os dias 3 e 6 de fevereiro de 2019 por representantes do MEC e foi levado em consideração o corpo docente, coordenação de curso, técnicos administrativos, infraestrutura física (salas de aula, laboratórios e clínica veterinária), plano pedagógico e a atuação do núcleo docente estruturante e comissão própria de avaliação.

A nota final é expressa em uma escala de 1 (nota mínima) a 5 (nota máxima) e o curso foi avaliado com nota 5. Esse resultado demonstra a preocupação da instituição na qualidade do ensino oferecido e é motivo de orgulho para São Bento do Sul e região.

“A nota máxima obtida na avaliação do Ministério da Educação (MEC) demonstra a preocupação da UniSociesc São Bento do Sul com a qualidade de ensino e a formação de profissionais qualificados e prontos para ingressarem no mercado de trabalho”, comenta o coordenador do curso de Medicina Veterinária, Eduardo Alexandre de Oliveira. Ele explica que essa nota é resultado de elevados investimentos em infraestrutura, como salas de aula, clínicas e laboratórios e de um corpo docente extremamente qualificado.

“Nossos professores fazem toda a diferença. É um time que corre atrás para passar o conhecimento mais atualizado para a gente”, diz a estudante do quinto semestre de Medicina Veterinária, Audrey Tiene Knüppel, 25 anos. Ela destaca as aulas práticas e o equipamento como outros grandes diferenciais para que o curso tenha tido o reconhecimento máximo do MEC. “Nós fazemos muitas visitas técnicas a fazendas-modelo, zoológicos. São muitas aulas práticas que agregam conhecimento. Apesar de ser um curso novo, nós já temos tudo que precisamos em termos de equipamento para o melhor aprendizado. Cada aluno tem microscópio individual para os estudos, por exemplo”, enfatiza Audrey, dizendo que a UniSociesc não para de investir”.

Inscreva-se